Cuidar da saúde cerebral e mental

Como fazê-lo com 30 + 5 minutos por dia

Todos os nossos pensamentos, ideias e memórias dependem do nosso cérebro. Logo, é razoável pensar que precisas de exercitá-lo se quiseres cuidar da saúde cerebral, tal como exercitamos o corpo se queremos cuidar da saúde física. Curiosamente, exercitar o cérebro não se restringe a pensar o tempo todo. Uns pequenos parágrafos ajudaram-me a perceber isso e a criar um hábito diário que cuida da forma física do cérebro e do corpo.

Caminhar ajuda a cuidar da saúde cerebral

No livro de John Medina sobre as Regras do Cérebro, onde explora 12 princípios para sobreviver e suceder no trabalho, em casa e na escola, encontramos a primeira regra.

O exercício aumenta a capacidade cerebral.

Diz Medina que

O cérebro humano evoluiu em condições de constante movimento. A partir daqui podemos prever que o ambiente óptimo para processar informação incluiria o movimento. E isso é exactamente o que encontramos. (…)

Os investigadores estudaram duas populações de pessoas com mais idade com diferentes estilos de vida. Um mais sedentário e um mais activo. Os resultados cognitivos foram profundamente influenciados por isso. O exercício afectou positivamente as funções executivas, as tarefas espaciais, os tempos de reacção e as capacidades quantitativas.

O exercício melhora a cognição por dois motivos:
1. aumenta o fluxo de oxigénio no cérebro, reduzindo os radicais livres no seu interior. Uma das descobertas mais interessantes há algumas décadas é a de que um aumento do oxigénio é sempre acompanhado por um aumento da destreza mental.
2. actua directamente na “maquinaria” molecular do próprio cérebro. Aumenta a criação de neurónios, a sua sobrevivência, resistência ao dano e ao stress.

Portanto, o pensamento que esta regra sugere é simples. Se tudo o que precisamos de fazer para manter o cérebro saudável é mover, caminhar, então… o que nos impede? Durante uma semana tenho procurado caminhar pelo menos 30 minutos por dia. Honestamente, além de me sentir fisicamente muito melhor, caminhar acaba por ser um pouco viciante no sentido positivo.

 

Tempo para cuidar da saúde cerebral

Eu costumava dizer que não tinha tempo para fazer exercício, mas tudo o que precisava era de uma boa razão para dar o passo. Mudar o nosso estilo de vida e aumentar a nossa produtividade implica encontrar uma razão boa para isso. A minha era manter o cérebro saudável e melhorar a saúde. Mas isto não é suficiente.

Além de cuidar da saúde cerebral existe também o cuidado com a saúde mental, distinta da primeira. Manter a mente saudável significa exercitá-la através de meditação e leitura. Uma simples meditação por dia com um livro durante 10 minutos, ou 5 minutos usando a app Simple Habit, seria o suficiente. As meditações são mais espirituais e reflexivas, e levam-nos a pensar na nossa vida, no mundo que nos rodeia e nos porquês onde assentam as grandes decisões.

O segredo está em manter um equilíbrio entre a saúde cerebral e a mental. Estas são duas realidades fortemente ligadas entre si que devem ser nutridas e treinadas. Se o teu cérebro estiver saudável e a tua mente sã, segue-se um grande sucesso na tua vida profissional, pessoal e espiritual.

DESAFIO: Qual o dia em que vais começar a caminhar durante 30 minutos? Qual o dia em que irás meditar durante 5 minutos? Encontra a tua razão e marca na tua agenda.

Professor Universitário e Investigador do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra.