Como organizar o estudo ao longo do semestre

Uma ferramenta de produtividade académica

Organizar o estudo é sempre um grande desafio. Foi por isso que desenvolvi uma ferramenta, versão 1.1, que chamei de KeepUp. “Keep up” significa manter-se em cima do acontecimento. Neste caso, o vosso estudo, de modo a garantir a criação de hábitos diários úteis ao longo do processo de aprendizagem.

Alguns estudantes interpelaram-me ultimamente com grandes dúvidas sobre como poderiam organizar o seu estudo, pedindo-me ajuda. Foi essa a motivação que me levou a desenvolver esta ferramenta em folha de cálculo. Contém essencialmente 3 partes. Uma dedicada ao cálculo do tempo de estudo diário. Outra para uma auto-monitorização do desempenho nesse estudo. Por fim, uma parte que faz uma recomendação do estudo diário para cada disciplina durante o período de exames.

Tempo de Estudo

Esta parte começa por colocar-se o tempo mínimo de estudo diário que recomendo ser de 10 minutos. Não é muito, certo? E o número de semanas de aulas que pode variar. A folha está preparada para um máximo de 15, mas posso no futuro fazer algum ajuste mediante o vosso feedback. O número de disciplinas depende de quantas colocares na tabela mais abaixo.

Depois colocam as disciplinas e classificam o peso que essas terão no vosso estudo atribuindo um Grau de Dificuldade e um Grau de Interesse. O Grau de Dificuldade vai do Fácil (1) ao Difícil (3), e o Grau de Interesse do Pouco (1) ao Muito (3). O peso é a razão entre o grau de dificuldade e o de interesse. Assim, o peso mínimo, que depois resulta num tempo de estudo de 10 minutos por dia, será atribuído à disciplina que considerares mais fácil e que mais te interessa.

Por fim, existe o cálculo do tempo de estudo atribuído a algumas disciplinas diariamente. Existe um espaço onde na prática colocas o teu horário de Segunda a Sexta. Em cada dia colocas o valor de 1 se tens alguma aula dessa disciplina nesse dia, independentemente do tipo de aula. A ideia é a de estudares em cada dia as disciplinas que tiveram aulas nesse dia. Em cada dia, ao lado direito da célula onde escreveram 1 estará o tempo recomendado de estudo para essa disciplina nesse dia. Esse tempo é calculado com base no peso atribuído a essa disciplina e tendo em conta que o peso mínimo resultante da tua análise ficou com o tempo atribuído de 10 minutos.

O mais importante aqui é estudares diariamente e criar este hábito. Se consegues estudar a totalidade do tempo recomendado, excelente. Se não conseguires, o que importa é chegares o mais longe que conseguires sem desmotivar.

Auto-Monitorizar

A segunda parte serve para auto-monitorização do teu desempenho. Aqui, o quadro está dividido por semanas e a avaliação do desempenho em cada disciplina é semanal. Se tens uma disciplina num certo dia, deverias estudá-la. Se consegues, colocas “1”, se não conseguires, colocas “0”. Ao fim de cada semana, obténs uma medida do teu desempenho.

Esse desempenho depende do aproveitamento que fizeres do tempo de estudo disponível em relação ao recomendado. Se tiver uma certa disciplina 3 dias por semana e estudá-la em 4 dos 5 dias úteis, o desempenho pode ser superior a 100%. Seria fantástico! Mas aponta sempre para 100%.

Exames

Por fim existe uma parte dedicada aos exames. A ideia é contar os dias que tens disponíveis para estudar em cada disciplina, desde o início do período de exames (normalmente o dia depois do final das aulas) até ao dia do exame. Esta parte produz uma recomendação do tempo de estudo diário para cada disciplina. Sim, a ideia seria todos os dias estudar para todas as disciplinas.

Existem dois pressupostos neste cálculo. O primeiro é o de que conseguiste estudar ao longo do semestre. O segundo é o de que em cada aula, independentemente do tempo, apenas 15% corresponde a matéria útil a estudar. Na prática, este corresponde ao tempo óptimo mínimo que um estudante consegue manter-se concentrado na duração total de uma aula.

Para saberes como se usa esta primeira versão do KeepUp, vê o video abaixo.

Professor Universitário e Investigador do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra.