Aprendi Hoje…

Como criar um hábito com efeitos para o resto da tua vida

O ser humano está sempre a aprender coisas novas todos os dias. Aprender foi essencial para a nossa sobrevivência biológica, e hoje, é essencial para a nossa sobrevivência cultural. O que ganhamos se aprendermos algo novo todos os dias?

Uma prática de aprendizagem ao longo da vida só produz um impacto importante se desenvolvermos o hábito de aprender. Se alguém se perguntar – “Porquê? Qual a necessidade?” – significa que encara os hábitos a criar com base nos resultados que obtém e não na pessoa que quer ser se desenvolver um hábito.

Eu posso querer perder peso, mas só se me identificar com uma pessoa saudável é que poderei criar o hábito.

Eu posso querer escrever um livro, mas só se me identificar com ser um escritor, poderei criar o hábito de escrita necessário.

Eu posso querer beneficiar do facto de aprender coisas novas, mas só se me identificar com um pessoa que deseja aprender para o resto da sua vida, conseguirei criar o hábito de aprender.

Aprender algo de novo todos os dias parece utópico com o pouco tempo que pensamos ter para coisas fora do trabalho. Aprender deveria ser como comer. Se não houvesse tempo para comer, cedo perderia as forças e não conseguiria trabalhar. Se não houver tempo para aprender, cedo perco a criatividade e não conseguirei ir onde poderia.

Quais as vantagens de aprender coisas novas todos os dias?

Aprender em cada dia algo de novo é o hábito a criar pela pessoa que quer aprender ao longo da sua vida e, assim, evoluir. Existem várias vantagens em aprender coisas novas todos os dias.

  • Aprender seja o que for abre novas perspectivas sobre o mundo físico, mental e social à nossa volta que nos permite ir além daquilo em que somos especialistas.
  • Quando temos o hábito de aprender todos os dias, adaptamo-nos mais facilmente a novas situações.
  • A disposição de aprender abre-nos para a novidade, inspirando-nos a pensar criativamente e a inovar o que fazemos.
  • Quem tem o hábito de aprender aprofunda o seu carácter e inspira aqueles que estão à sua volta a aprender também.
  • Aprender torna-nos pessoas confiantes.
  • Aprender coisas novas dá-nos uma compreensão diferente dos processos históricos, sociais e naturais que acontecem à nossa volta e do impacte que têm na nossa vida.
  • Aprender algo de novo leva-nos a viver algo de novo e redescobrir, de maneira nova, como vale a pena viver.

Como começar a aprender hoje algo de novo?

Na era digital não é difícil, mas também não é fácil. Quando temos tanto conhecimento à nossa disposição, há a tendência de consumir mais do que aprender. Porém, se pensarmos em simplificar o que aprendermos a uma só coisa, torna-se mais fácil criar o hábito. Eis algumas sugestões:

  • A Wikipedia possui uma lista de email onde envia todos os dias um artigo escrito a partir do vastíssimo repositório de informação que dispõem. Chama-se Daily Article
  • O site The Free Dictionary possui diversos tópicos que podemos aprender por dia como, a palavra do dia, a lição de gramática, artigo do dia, acontecimentos históricos que tenham acontecido neste dia, a citação do dia, etc. E podemos subscrever ao feed (RSS) desses tópicos, ou recebê-los por email. Por exemplo, quando estava a escrever este artigo a citação do dia era de Aristóteles e dizia,

”Todas as acções humanas possuem uma ou mais destas sete causas: sorte, natureza, compulsão, hábito, razão, paixão, e desejo.” (Aristóteles)

  • Para quando estamos no autocarro, ou no trânsito, podemos usar um podcast da BBC-Radio intitulado In Our Time com os mais variados temas desde história, arte, ciência ou simples curiosidade.

“Aprendi hoje…” – um desafio

Tudo o que sugiro no Saber Aprender não provem senão da experiência que faço ou desejo fazer. Assim, este desafio de criar o hábito de aprender coisas novas todos os dias assumo-o, antes de tudo, como meu pessoal também. Daí que tenha criado um perfil no Twitter onde irei partilhar o que aprender em cada dia. É um modo de fazer crescer a atitude mental vulnerável e aprender-fazendo.

Depois, no meu planificador onde tenho a folha do hábito vou iniciar a criação deste hábito. Em baixo encontras um acesso para essa folha se a quiseres usar também. Já sabes, podes escolher começar um dia, ou escolher o dia-um para começar. Eu escolhi hoje e convido-te a escolher também.

Professor Universitário e Investigador do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra.